top of page

Diana Araujo Pereira (Brazil, Río de Janeiro, 1972)


Diana Araujo Pereira weblogo

Diana Araujo Pereira (Brasil, Río de Janeiro, 1972). Poeta, traductora y profesora de literatura latinoamericana en la Universidade Federal da Integração Latino-Americana en Foz do Iguaçu. Ha publicado dos libros de poemas Vientreadentro (2006) & Otras Palabras (2008). También ha traducido textos de autores como Antonio Cisneros, Pedro Granados, Juan Gelman, Omar Lara & Marco Lucchesi.

XXVIII

No horizonte da espera há barcos ancorados à terra sonhando com despertar na liberdade do mar.

No horizonte da espera há olhares suspensos mensagens cifradas fumegantes desejos que aguardam o momento de desfazer os nós e lançar-se ao tempo.

O horizonte, a linha de fronteira que une e separa, a membrana de céu e terra que nos demarca, guarda a arca da aliança, guarda a promessa da alvorada com suas luzes mescladas.


Este horizonte, que reconstrói passos sobre velhos dilemas, novos sendeiros sobre historias passadas.

Na linha que descansa sobre o horizonte a esperança dorme no compasso da espera; o tempo embala o futuro que no final das contas alcança a alma.

Com o coração às cegas, (olhos vendados, cegos de luminosidade) cumpro com a respiração que a vida exala, desenho cartografias estranhas, retorno ao princípio do mundo.

A linha que aprisiona o horizonte é a mesma que nos obriga a andar.

TAPFNY – The Americas Poetry Festival of New York

0 comments

Recent Posts

See All

Comments


bottom of page